Encontro familiar na Itália em tempo de guerra

Alfred e Frank
(Fotografias cortesia de Marie Ray Fraley, sobrinha)

Apesar das dificuldades e dos horrores da guerra, histórias de sentimentos genuínos podem ser encontradas na memória de quase todos os militares. O encontro dos dois filhos mais velhos dos três de Frank e Mary Ray de West Warwick, Rhode Island ao serviço do Exército dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, é uma dessas histórias.

Francis J. Ray, servindo como operador de rádio na 10ª Divisão de Montanha em Itália, recordou bem o dia. A sua unidade estava acampada nos arredores de Livorno, na Itália ocidental, a oeste de Florença. Sentou-se na sua cadeira, numa tarde de sábado, a escrever uma carta para casa. Estava sozinho numa tenda que partilhava com outros nove soldados, sentindo-se particularmente saudoso de casa quando de repente olhou para cima e encontrou o seu irmão Alfred de pé na abertura da tenda.

"Alfred!", "Não pude acreditar nos meus olhos", recordou ele. "Não via o meu irmão, Alfred, há três anos!"

Alfred, que  estava em Itália desde Maio de 1943, era o motorista do Coronel na 94ª Unidade de Evacuação perto de Florença e conhecia bem os arredores. Sempre o melhor de qualquer situação, tinha conseguido um passe de fim-de-semana para o seu irmão, Frank, e levou-o de volta à sua unidade.

A situação de Alfred era um pouco mais confortável do que as instalações de infantaria de Frank. Alfred partilhou uma tenda com apenas um outro soldado, do mesmo tamanho da que Frank partilhou com outros nove. Ele até tinha um rádio, um fogão de cozinha, e um colchão confortável. Nessa noite, antes das luzes se apagarem, Alfred até lhe fez uma chávena de cacau quente. Era um pequeno pedaço de casa para Frank. No dia seguinte, Alfred pediu emprestado um jipe e levou o seu irmão numa digressão a Florença.

Frank e Alfred puderam passar um segundo fim-de-semana juntos na zona. Frank disse que ver o seu irmão em Itália foi um dos pontos altos da sua vida. A foto do seu encontro e história foram publicadas no Pawtuxet Valley Times de volta a casa em 1945.

Ambos os irmãos luso-descendentes, Alfred e Francis, sobreviveram à guerra, mais tarde, regressando a casa.

 

fotografia do navio Alpha

Encontro familiar em Itália
(recorte jornalístico cortesia de Marie Ray Fraley, sobrinha)

 

António Fragoeiro  e  Marie Ray Fraley