Da Silva, Arcelino

 

 

Navio: Nagpore (GB)

Local de nascimento – Margão (India Portuguesa)
Data de nascimento – 1926 (?)
Data de falecimento – 
Pai –
Mãe –

.

Arcelino da Silva, de 16 anos, foi um dos sobreviventes do cargueiro inglês Nagpore, quando o navio foi afundado pelo U-509, a 28 de outubro de 1942, a noroeste das ilhas Canárias. 

Em julho de 1942 Arcelino embarcou em Bombaim a bordo do cargueiro britânico que entre os 73 tripulantes tinha 13 originários da India Portuguesa. 

Quando o Nagpore foi atingido por um torpedo disparado pelo U-509 Arselino tomou lugar num salva-vidas com outros 18 tripulantes, entre eles Francisco de Sousa, de 36 anos, natural de Mormugão. Passaram por vários dificuldades até que a 10 de Novembro arribaram a Porto Cruz de Tenerife. 

Como Silva e Sousa declararam ser portugueses foram embarcados no cargueiro “Vila de Madrid” que os deixou Cadiz. Depois de passarem por Sevilha, Huelva, Aiamonte e Vila Real de Santo António chegaram a Lisboa. Desconheço o seu destino posterior acontecendo o mesmo em relação aos outros portugueses que seguiam a bordo. 

O Nagpore tinha partido no princípio de Outubro de Mombaça, no Quénia, em África.  Quando saiu de Freetown, em a 16 de Outubro, integrou o comboio SL-125, onde seguiam um total de 37 navios escoltados por apenas quatro corvetas.

Entre os dias 27 e 32 de outubro o comboio esteve sob ataque de uma dezena de u-boats  que conseguiram afundar doze navios e danificar outros sete. Os alemães declararam vitória, mas o facto de se terem concentrado neste comboio deixou-lhes um amargo de boca. Noutros pontos do Atlântico passaram completamente despercebidos os comboios que transportavam tropas e abastecimentos para a Operação Torch, a invasão do Norte de África pelas tropas dos Aliados.

Carlos Guerreiro




Fontes:

Diário de Notícias  §  uboat.net  §  Defense Media Network  §  wreksite.eu