Lancaster (EE106) fez aterragem de emergência perto de Vila do Conde

 

 

 

 

Video da autoria de Bruno Costa.

Data

Local

Força

Avião

 

Origem-Destino

 

Tripulação

17-09-1943

Vila Chã, Vila do Conde

RAF     619 Sqn

Avro Lancaster III    EE106

 

Coningsby (GB) → Coningsby (GB)

 

P/O   Albert William Edward Peter Cartwright   GB

F/L     Jones Stanley Eernest Joseph                 GB

Sgt     Albert Edwards Brooks                             GB

F/O    Arthur David Holding                               GB

Sgt     Gordon Edward Deschaine                       GB

F/S     Robert Gordon Faux                                GB

Sgt     Charles Smith Cook                                  GB




Participou num ataque aos viadutos e caminhos de ferro que ligam França a Itália, na zona de Antheór, Cannes e o avião foi atingido por fogo antiaéreo.

Após o ataque o aparelho tentou encontrar o local de reunião dos esquadrões, no centro da França, para regressar a casa, mas a visibilidade era muito reduzida devido às nuvens razão porque tentaram empreender o caminho de regresso a Inglaterra sozinhos.

A falta e visibilidade manteve-se durante a maior parte da viagem e quando finalmente tiveram visibilidade aperceberam-se que estavam sobre uma cidade iluminada, em vez de estarem sobre o Mar do Norte. Tiradas as coordenadas verificaram que estavam no norte de  Espanha.

Depois de feitas as contas perceberam que não teriam combustível para chegar a Inglaterra ou a Gibraltar e resolveram aterrar em Portugal e fizeram-no numa praia de Vila Chã, perto de Vila do Conde.

Os tripulantes foram levados inicialmente para o Porto e depois para Lisboa, chegando posteriormente a Elvas a 28 de Setembro, tendo sido repatriados a 18 de Outubro.

F/O Holding morreu na noite de 20 de Janeiro de 1944, quando integrava o esquadrão 617, uma unidade de elite, conhecida por Dambusters (destruidores de barragens), recordando o primeiro ataque que realizaram destruindo várias barragens na Alemanha, na zona do Rur.

Em 22 de Novembro de 2015 a população ergueu no local da aterragem um memorial que já foi visitado por diversas famílias de elementos da tripulação.

Fontes:
*  Bomber Command Losses of the Second World War - W.R. Chorley
* Evade & Escape Report - National Archives -  London, Kew
* Ian Shannon
* Ron Bradley & Family of Gordon Edward Deschaine